Pesquisas em Etnomatemática e suas contribuições para o contexto escolar: Um olhar para os anais dos CBEM

Francisca Nogueira Martins, Paulo Gonçalo Farias Gonçalves

Resumen


Resumo

Surgindo na confluência da História da Matemática e da Educação Matemática, com fortes relações com a Antropologia e as Ciências da Cognição, a Etnomatemática vem se consolidando como um campo de investigação, com grandes preocupações, em particular, com o contexto escolar. Dentro desse enfoque, o presente artigo tem como objetivo identificar por meio da análise dos trabalhos publicados nos anais dos Congressos Brasileiros de Etnomatemática (CBEm), quais as principais tendências das pesquisas nacionais relacionadas a esse programa centradas no contexto educacional. Tratando-se de uma pesquisa do tipo “estado da arte”, partimos da leitura dos duzentos e dois resumos de trabalhos apresentados nos anais das quatro edições dos CBEm. A partir de alguns critérios previamente estabelecidos, foram selecionados e lidos na íntegra dezesseis trabalhos, que posteriormente foram categorizados em função de seus aspectos gerais. De um modo geral, a pluralidade de concepções teóricas da Etnomatemática refletiu-se na diversidade de aspectos como: distribuição geográfica, sujeitos e níveis de ensino, conteúdos abordados e estratégias para difusão da Etnomatemática. Nesse sentido, pode-se concluir que a Etnomatemática assume um compromisso importante nas questões do ensino e aprendizagem da matemática e que as tendências apontadas pelas pesquisas analisadas sugerem caminhos promissores para uma inserção ainda maior das ideias desse campo de pesquisa no contexto escolar.

Abstract

Emmerging from the confluence of the history of mathematics and of mathematics education, with strong connections to anthropology and cognitive sciences, ethnomathematics is seen consolidated as a field of research with great concern, in particular, to the school context. Within this framework the present article has as its objective to identify the main tendencies of the national research related to this program and centered on the context of education through the analysis of two works published in the annals of the Brazilian Conference of Ethnomathematics (Congressos Brasileiros de Etnomatemática - CBEm). Dealing with a “state of the art” kind of research, we begin with a reading of two hundred and two abstracts of works presented in the annals of the four editions of the CBEm. Using previously established criteria, sixteen works were selected and read in their entirety, that were later categorized according to general aspects. In general, the plurality of theoretical concepts of Ethnomathematics reflects the diversity of aspects such as: geographic distribution, subjects and levels of eduction, contents addressed and promotion strategies of Ethnomathematics. In this way, it follows that Ethnomathematics assumes an important committment to questions of teaching and learning mathematics, and that the tendencies of the research analyzed suggests a promising future for an even deeper connection between the ideas of this field of research and the school context.


Palabras clave


Etnomatemática; Educação Matemática; Ensino-Aprendizagem de Matemática; Formação de Professores; Congresso Brasileiro de Etnomatemática; Mathematics Education; Teaching and Learning of Mathematics; Teacher Training; Brazilian Conference of Ethnomathematic

Referencias


Barton, B. (2006). Dando sentido à etnomatemática: etnomatemática fazendo sentido. Em J. P. M. Ribeiro, M. do C. S. Domite, & R. Ferreira, Etnomatemática: papel, valor e significado (pp. 39 – 54). Porto Alegre, Rio Grande do Sul: Zourk.

Bello. S. E. L. (2001). Etnomatemática: Dimensões sociais, Políticas e Culturais na Pedagogia da Matemática. Jornada Científica da Unioeste, Cascavel, Paraná.

Caldeira, A. D. (2008). Etno/modelagem e suas relações com a Educação Matemática na infância. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Conrado, A. L. (2005). A pesquisa brasileira em etnomatemática: Desenvolvimento, perspectivas, desafíos. (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação,Universidade de São Paulo, Faculdade de Educação.

Costa, L. P. da., Apinaye, S. O., & Albuquerque, F. E. (2012). As potencialidades matemáticas das escolas indígenas das aldeias Apinaye, São José e Mariazinha. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Belém, Pará.

Cruz, C. F. da. (2000). Etnomatemática: uma experiência em Aripuanã e Guarantã do norte – Mato Grosso. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, São Paulo.

Domite, M. do C. S. (2012). Acertando o passo do movimento entre etnomatemática, formação de professores e aprendizagem da matemática: Pré-requisito dos alunos e escuta dos professores em discussão. Educação Matemática em Foco, 1(1), 83–95.

D’Ambrósio, U. (2005). Etnomatemática: Elo entre as tradições e a modernidade. Belo Horizonte: Autêntica.

D’Ambrósio, U. (1993). Etnomatemática: um programa por Ubiratam D'Ambrósio. Educação Matemática em Revista, 1(1), 5.

Ferreira, E. F., Ferreira, M. B. R., Matos, G. C. G., Walmir, M., & Atroari, J. (2008). Etnomatemática e Desafios – Atividades corporais e etno-matemática entre os Waimiri–Atroari. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Fonseca, A. (2008). Repensando o ensino-aprendizagem da matemática: Uma prática em sala de aula com um olhar etnomatemático. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Gerdes, P. (1996). Etnomatemática e Educação Matemática: uma panorâmica geral. Quadrante, Lisboa, 5(2), 5–6.

Guerra, C. G. M. (2000). Inter-relações, diversidade, contextualização e experimentação através do hipertexto. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, São Paulo.

Giongo, I. M., Grasseli, F., & Quartieri, M. T. (2012). Educação matemática e a cultura da vitivinicultura: um estudo na perspectiva da etnomatemática. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Belém, Pará.

Halmenschlager, V. L. da S. (2000). Etnia, raça e desigualdade educacional: uma abordagem etnomatemática no ensino médio noturno. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Liblik, A. M. P. (2000). Diferentes culturas, diferentes modos de entender o mundo. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, São Paulo.

Magalhães, D. R. de., & Marcilino, O. T. (2008). Uma visão tupinikim a partir de elaboração de recursos didáticos em matemática. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Marcilino, O. T., & Dynnikov, C. M. S. da S. (2008). Ensino e aprendizagem na educação indígena do espírito santo: a busca de um diálogo com a etnomatemática. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Miarka, R., & Bicudo Viggiani, M. A. (2012). Matemática e/na/ou Etnomatemática? Revista Latinoamericana de Etnomatemática, 5(1), p. 10.

Monteiro, A. (2004). Algumas reflexões sobre a perspectiva educacional da Etnomatemática. Zetetiké, 12(22), 9-32.

Paiva, M. F., & Duarte, A. R. S. (2012). Geometria africana: atividades etnomatemáticas em sala de aula. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Belém, Pará.

Passos, C. M. dos. (2007, julho). Primeiras conexões entre etnomatemática e Educação Matemática crítica. Congresso de Leitura do Brasil, Campinas, São Paulo.

Romanowski, J. P., & Ens, R. T. (2006). As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ., Curitiba, 6(19), 37-50.

Santos, I. N. L., & Silva, M. de. F.V. (2012). Perspectiva etnomatemática na aprendizagem da geometria com utilização dos brinquedos de miriti. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Belém, Pará.

Silva, I. P. da., Wielewski, G. D., & Gazzetta, M. (2008). A etnomatemática e a modelagem matemática presente em um curso de formação de professores de matemática-projeto-parceladas- UNEMAT- Vila Rica- MT. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Souza, C. R. de., Kfouri, W., & Mioto, R. (2008). A formação dos professores mediada por ideias etnomatemática por meio de um mini-curso. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Niterói, Rio de Janeiro.

Vianna, M. de A. (2012). O etnoconhecimento nas aulas de álgebra linear: A valorização do saber do aluno no encontro com as tecnologias da informação. Congresso Brasileiro de Etnomatemática, Belém, Pará.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c)



Revista Latinoamericana de Etnomatemática: perspectivas socioculturales de la Educación Matemática
e-ISSN: 2011-5474
Departamento de Matemáticas y Estadística- Universidad de Nariño
San Juan de Pasto- Colombia
E-mail: revista@etnomatematica.org
Sitio web: http://www.revista.etnomatematica.org
Tele-fax: (57)2+7310327

Licencia Creative Commons
Revista Latinoamericana de Etnomatemática por Universidad de Nariño y Red Latinoamericana de Etnomatemática se distribuye bajo una Licencia Creative Commons Atribución 4.0 Internacional.